OFICINA SOCIAL DE TEATRO
ost-curso-de-teatro-em-niteroi
“Inscrições
“Inscrições

Oficina Social de Teatro abre temporada de espetáculos no dia 22

Mostra Verão no Palco é alternativa para período de recesso nos palcos

por Gabriel Rosa

‘O despertar da minha vida’. O elenco da peça que abre a mostra da OST - Divulgação / Antônio Ferreira

‘O despertar da minha vida’. O elenco da peça que abre a mostra da OST – Divulgação / Antônio Ferreira

A partir da próxima quinta-feira, o Teatro Eduardo Kraichete apresenta a Mostra Verão no Palco, organizada pela Oficina Social de Teatro (OST). Até o dia 26 de fevereiro, serão encenados cinco espetáculos inéditos com os alunos do curso.

A estratégia coincide com a época em que as grandes casas de espetáculos da cidade se encontram em recesso. Algo planejado pela direção da OST.

— Queremos dar uma alternativa ao público nesta época do ano — conta Karla Martins, gestora cultural da oficina. — Além disso, coincide com o nosso cronograma de aulas.

A OST oferece cursos de iniciação e formação de atores que variam entre dois e três semestres. A cada seis meses, os alunos expõem o que aprenderam e encenam uma peça.

— Não adianta nada oferecermos aula prática e teórica se a montagem não acontecer — diz Karla. — É muito importante que os alunos tenham contato com o público, que vivam a expectativa de o teatro encher ou não.

Além das aulas propriamente ditas, os futuros artistas são apresentados à rotina de divulgação de uma peça, aprendem a se maquiar e têm sessões com fotógrafos profissionais.

Em sua segunda montagem pela OST, Bianca Borges está no elenco de “O despertar da minha vida” e relata o drama da ansiedade por mais uma estreia.

— Estou bastante ansiosa, mas o nervosismo acontece mesmo na hora da peça — conta a aspirante a atriz de 19 anos. — O espetáculo retrata a época da infância. O público vai se emocionar ao relembrar certas coisas e deve rir e chorar muito.

O método de ensino é elogiado por ela, que também atuou na montagem de “Romeu e Julieta” da companhia.

— As peças ajudam a aumentar a versatilidade do ator na hora de encenar determinado gênero, pois vamos do drama à comédia — fala.

AGENDA DOS ESPETÁCULOS

Serviço: Todos as peças serão no Teatro Eduardo Kraichete, sempre às 19h30m. Avenida Roberto Silveira 123, Icar aí — 2710-1549. R$ 40 ( R$ 15 até o dia 17, na sede da OST).

22 de janeiro. “O despertar de minha vida”. Uma mulher decide voltar ao passado e visitar sua escola. O texto é inspirado na peça “Aurora da minha vida”, de Naum Alves de Souza. Texto e direção: Amaury Lorenzo. 12 anos.

29 de janeiro. “O ensaio”. Um grupo de teatro tenta escolher o texto da montagem do próximo espetáculo, que precisa ser um sucesso. Texto e direção: Irla Carina.12 anos.

5 de fevereiro. “Paidégua”. A peça, que se passa no sertão nordestino, traz personagens típicos da região. Ao final de suas vidas, todos têm que ser julgados pelo poder divino. Texto e direção: Irla Carina.12 anos.

12 de fevereiro. “Um quintal de histórias”. O espetáculo tem como pano de fundo o aniversário de casamento de Nilda e Synésio. Durante a reunião, dores antigas e alegrias contidas são trazidas à tona. O texto é uma criação coletiva, e a direção é de Erika Ferreira. Livre.

26 de fevereiro. “Zona Norte”. Adaptação da obra “Álbum de família”, de Nelson Rodrigues, a encenação aborda temas clássicos presentes nos textos do autor, como desejo, incesto, assassinato, amor e hipocrisia. Texto e direção: Amaury Lorenzo. 14 anos.

Fonte: O Globo – 20/01/2015

face2
Scroll To Top