OFICINA SOCIAL DE TEATRO
ost-curso-de-teatro-em-niteroi
“Inscrições
“Inscrições

Paixão pela arte atrai alunos para a formação de atores em oficina

Procura pelas Artes Cênicas cresce cada vez mais, apontam profissionais da área. Curso também auxilia na comunicação para quem sofre de timidez nas relações sociais

d1fi001 - Oficina de Teatro - Lucas Benevides
Comédia, drama, tragédia e ópera são alguns dos inúmeros gêneros teatrais existentes. Com o aumento na procura pela área das artes cênicas, o teatro tornou-se uma alternativa interessante no mercado de trabalho. Para se ter uma ideia, a Oficina Social de Teatro tem formado ex-alunos em atores profissionais. De acordo com José Geraldo Demezio, diretor de produção da OST, a escola trabalha de forma integrada para o aprendizado dos jovens para que eles se tornem profissionais completos.

“O curso prepara o aluno para se tornar um ator profissional. A relação com a profissão é difícil, porque muitas vezes as realizações não surgem com tanta facilidade. Nossa função é iniciá-lo com qualidade. Costumamos dizer que funcionamos como uma espécie de fábrica”, conta.

Para José Geraldo, a atividade cresceu no Brasil por conta do aumento das produções teatrais.

“Com relação ao mercado de trabalho, sua ampliação se tornou natural com o crescimento da indústria cinematográfica nacional e das produções teatrais, que se tornaram mais qualificadas. A consequência natural foi a ampliação do público querendo se formar na profissão. Há espaço para todos nesse grande mercado”, destaca.

Bruno Praxedes, de 25 anos, um dos atores que se formou no curso da Oficina Social de Teatro, estudou psicologia antes de conhecer as artes cênicas. Segundo ele, o teatro apareceu de forma natural em sua vida.

“Estudei psicologia e nesse percurso conheci diferentes tipos de conhecimentos importantes como filosofia, literatura, sociologia, psicanálise e diferentes artes como pinturas, filmes e formas de expressão. Acredito que a principal razão para essa escolha seja o fascínio pelo ser humano. O teatro veio naturalmente nesse processo relativo de estudo”, analisa.

Ainda de acordo com Praxedes, seu desejo é continuar nesse ramo teatral.

“O meu interesse atual é permanecer na área do teatro, porém isso não exclui experimentar outras formas de atuação, seja nos palcos ou em outros lugares. No final, o que conta sempre é o aprendizado”, declara.

Apesar de ser uma área ampla, nem todos desejam seguir carreira nas artes cênicas. Mas o teatro é uma excelente opção para quem deseja melhorar a comunicação interpessoal, principalmente os adolescentes que encontram dificuldades em se relacionar. O psicólogo Euclides Carriço explica os benefícios que o teatro proporciona aos jovens.

“A vivência que o teatro possibilita que o adolescente tenha contato maior com suas próprias emoções, com as emoções dos outros e dos reflexos que geram no relacionamento grupal. O autoconhecimento vem, portanto, dessa maior compreensão de si mesmo e dos outros. Dessa forma, o jovem melhora e amplia sua capacidade de relacionamento, seja com a família ou sociedade”, afirma.

Para o psicólogo, o teatro é um grande artifício para vencer o acanhamento, que é característica marcante de pessoas mais reservadas.

“A timidez e a dificuldade de exposição são os grandes vilões nessa fase da vida e, quando não resolvida, acompanha a pessoa até o fim dela. O teatro pode ajudar nessas áreas”, indica.

Fonte: Jornal O Fluminense

face2 face2
Scroll To Top